Bombas de vácuo aplicadas na indústria de óleos, gorduras e biodiesel

Bombas e sistemas de vácuo para indústria de óleo, gorduras e biodiesel

O que são sistemas de vácuo

Sistema de vácuo é uma designação genérica para um arranjo de equipamentos utilizados para geração de vácuo. Os sistemas de vácuo são geralmente projetados de forma personalizada para atender requisitos e condições específicas exigidos pelos diferentes processos industriais.

Onde são aplicadas as bombas e sistemas de vácuo na indústria de óleos, gorduras e biodiesel

OMEL - Conjunto de Vácuo BVM

As bombas de vácuo de anel líquido são largamente utilizadas nas indústrias de óleos, gorduras e biodiesel em aplicações tais como:

  • substituição dos últimos estágios de ejetores a vapor nos sistemas de 4 estágios nos processos de desodorização e desacidificação;
  • nos processos de secagem e branqueamento, com a aplicação de um pré-condensador, ainda podendo ou não ser utilizadas em conjunto com ejetores a vapor;
  • nos processos de interesterificação, neste caso sempre em conjunto com um ejetor e condensador;
  • em processos de recuperação de metanol.

Seleção de um sistema de vácuo

As bombas de anel liquido podem ser de duplo-estágio (que atingem vácuos mais elevados), bombas de placas verticais ou de cones, e bombas monobloco.

Também é possível configurar sistemas híbridos utilizando ejetores tabalhando em conjunto com as bombas de vácuo ou sistemas com sopradores tipo “roots” trabalhando em vácuo em conjunto com a bomba de vácuo.

Fatores que influenciam na seleção de um sistema de vácuo

A análise comparativa para a escolha entre os diversos sistemas de vácuo disponíveis para uma determinada aplicação é, na maioria das vezes difícil e demorada, e leva em consideração fatores técnicos bem como os econômicos.

Os dois principais fatores que afetam a seleção final de um sistema de vácuo são:

  • a pressão de sucção que deve ser mantida ou atingida no processo.
  • a vazão a ser aspirada.

Porém vários outros fatores devem ser verificados, dependendo do processo onde o sistema de vácuo será instalado e entre eles podemos citar:

  • a tolerância do sistema de vácuo em aspirar materiais sólidos ou líquidos;
  • a resposta do sistema de vácuo a um súbito aumento na entrada de ar de vazamentos;
  • a interferência no desempenho do sistema de vácuo de um eventual aumento na pressão de descarga;
  • a operação do sistema em ambientes corrosivos ou explosivos.

Banner sistemas de vácuo OMEL